fbpx
Controle de carrapatos e outros ectoparasitas comuns nos cavalos
setembro 28, 2018
cavalo cavalgada hipismo
Cavalo quarto de milha
novembro 6, 2018

Mentalidade vencedora para cavaleiros

prova de cavaleiros

5 fatores mentais para desenvolver características de um vencedor e dominar as provas de equitação

Olá amiga e amigo do chapéu, entrei para as competições recentemente como forma de me aproximar ainda mais do mundo equestre, me desenvolver e evoluir constantemente. Tenho treinado bastante e vejo claramente algumas habilidades que não podem faltar antes de entrar nas pistas. Especialmente a mentalidade de vencedor.

Foi pensando nisso que decidi registrar o que tenho pensado sobre esse assunto nos últimos meses. E também como tenho tentado praticar e desenvolver as habilidades mentais, já que as habilidades físicas de um competidor dependem única e exclusivamente da dedicação aos treinos e da intensidade dessa dedicação.

Pois bem, notei e pesquisei mais a fundo que o fator MENTE é determinante para o bom desempenho em qualquer esporte ou mesmo atividade profissional e pessoal. Por isso, além dos treinos dos comandos dados pelo cavaleiro, do estudo constante sobre o comportamento do cavalo e manejo, entendo que treinar nossa própria mente é o fator decisivo para se tornar um campeão.

Sim, isso mesmo. A mente também precisa ser treinada, educada para dominar crenças limitantes, medos e inseguranças. E não é só isso, você também pode fazê-la atuar a seu favor, te impulsionando para frente. Vamos ver como:

Reconheça suas crenças limitantes

“Se você pensa que pode ou se pensa que não pode,
de qualquer forma você está certo.”
Henry Ford

A forma como você pensa, sente e age é determinada por suas crenças. Todos nós temos um conjunto de crenças que foram geradas a partir das ideias dos pais, professores, da sociedade e até individualmente. E, algumas ou muitas delas são limitantes, porque nos bloqueiam de realizar algo que queremos.

Por isso, identificar e reconhecer nossas crenças limitantes (conjunto de ideias que temos a respeito de nós e do mundo) dará abertura para superar pontos que hoje estão considerados como limitadores.

Por exemplo, se você quer ser um campeão em alguma modalidade equestre e acredita que não é bom o suficiente ou que não nasceu com o dom, então isso passa a ser a sua realidade e você age conforme sua crença.

Domine suas emoções

“Quando eu digo controlar emoções, me refiro
às emoções realmente estressantes e incapacitantes.
Sentir as emoções é o que torna a nossa vida rica”
Daniel Goleman.

Agir sem pensar é típico do ser humano, já que essa é a forma de defesa gravada em nosso subconsciente desde os primórdios. No entanto, o cérebro humano precisa se adaptar a uma nova realidade evolutiva, e identificar atitudes impensadas e suas consequências.

A relação com seu cavalo depende, e muito, do seu espírito de domínio sobre as situações, sobre ele e principalmente sobre si mesmo. Ser impulsivo nunca será uma boa estratégia para atuar com seu animal.

Ter a inteligência emocional desenvolvida ajudará a identificar e possivelmente dominar suas emoções. Mas, claro que não é algo simples e nem acontece lendo algum manual. Segundo Daniel Goleman, psicólogo norte-americano que difundiu o conceito de inteligência emocional (IE), o cérebro emocional responde a um evento mais rapidamente do que o cérebro pensante.

Desenvolva resiliência

Superação de obstáculos e resistência a pressão em situações difíceis além da capacidade de adaptação são características de pessoas resilientes. Se você treinou muito, se dedicou ao máximo e fez o seu melhor você já é um vencedor. Terminar uma prova ou outra sem vencer, ou seja, sem a colocação esperada nem sempre é perder.

Perder a força interior após uma derrota pode nos colocar em uma perigosa situação de fortalecimento das crenças limitantes. Culpar os outros, o treinador ou seu cavalo dará alimento para a raiva e a raiva nos cega. Tenha lucidez para identificar na derrota os pontos de melhoria e aumentar seu entusiasmo e determinação em direção aos seus objetivos.

Acredite, tenha fé

“Se você não tem confiança, sempre encontrará
uma maneira de não vencer.”
Carl Lewis, ex-atleta olímpico.

Acreditar na sua capacidade antes que ela seja colocada à prova é um forte indício que você tem espírito de vencedor. Tenha fé em si mesmo, nas suas ações e reações. Você já treinou, está trabalhando suas crenças, desenvolvendo inteligência emocional e resiliência, ACREDITE você já está pronto.

Treine a mentalização

Técnica muito usada por atletas de alto rendimento, a mentalização consiste em visualizar suas ações na pista enquanto está em um estado calmo, com respiração tranquila. Pode ser praticada antes e depois de treinos e competições. É um exercício que ajuda a melhorar a concentração e a confiança, a reduzir a ansiedade e desenvolver competências. A mentalização também pode estabelecer estratégias competitivas, adquirir e melhorar habilidades específicas e até contribuir para recuperação de lesões.

Isso acontece porque a mente não separa o que é real do que é imaginário. Portanto, os estímulos imaginados e os reais são percebidos de forma semelhante pela mente. Estudos científicos realizados no Centro de Treinamento Olímpico dos EUA demonstrou que 100% dos Psicólogos do Esporte, 94% dos técnicos Olímpicos e 99% dos atletas Olímpicos usam a Mentalização durante os treinamentos e, 97% relataram que conseguem melhoria no desempenho.

Você pode trabalhar sua mentalização de forma instintiva ou desenvolver um programa específico (recomendo acompanhamento de profissional capacitado) que vai identificar os requisitos de desempenho da modalidade que você pratica, as técnicas e táticas, os atributos físicos e psicológicos além das expectativas com o programa.
Espero que esse conteúdo tenha sido útil.

Aproveite para conhecer as redes sociais do Vício Country e acompanhar as dicas e informações no canal Vício Country no Youtube.

Malu Moreira – instrutora de equitação em Curitiba e criadora do portal Vício Country. Gerencia e publica vídeos no Canal Vício Country e nas redes sociais.

Os comentários estão encerrados.